sábado, 9 de dezembro de 2006

Restaurante em perigo

Como podemos verificar pela imagem, o restaurante Príncipe Real junto à praia da Lagoa de Albufeira está irremediavelmente a cair...
Naturalmente que esta situação já se previa há algum tempo, pois os mais atentos não podiam deixar de reparar que cada vez mais a areia estava a desaparecer literalmente debaixo dos "pés" do edifício. Ora o tempo foi passando, ninguém fez nada e o restaurante fechou por razões de segurança. E agora? Vamos esperar que o entulho caia para dentro de água e polua a lagoa? Será que se vai fazer algo? Estaremos cá para ver...


Em baixo podemos observar 2 fotos que foram disponibilizadas pelo caro amigo Ernesto Aguiar com o objectivo de comparar aquilo que existe actualmente com o que poderia ser feito para melhorar a segurança e aspecto da marginal da Lagoa.
Aspecto actual da passadeira em madeira na Lagoa de Albufeira que acaba no restaurante:
Aspecto do passadiço em madeira da Praia da Rocha no Algarve:

É assim tão díficil de perceber como se fazem as coisas? É com obras tão simples como esta que se atraem novos visitantes e melhora a qualidade de vida dos moradores.

4 comentários:

maspaf disse...

porque nao se faz a demolição e se cria um espaço tipo "bar do peixe" noutro local, mais para o lado da passagem? os utentes da praia iriam beneficiar, bem como a pessoa que iria explorar este dito bar. toda a gente sairia a ganhar, a autarquia ( taxas ) o ICN ( manutenção da praia ) utentes ( um local APRAZIVEL E NAO UMA BARRACA que infelizmente nao faltam na Lagoa ) e a abertura da lagoa teria margem de manobra... e nao "empurrada" com camioes de pedra durante a noite para assegurar uma barraca!
maspaf

Anónimo disse...

em sesimbra nao se faz nada e pra se fazer e um castigo tal como as estradas tao uma vergonha. so a olhos para as estradas da quintq do conde

Epa disse...

Será que as leis do Algarve são diferentes das da Lagoa de Albufeira, no Algarve existem barracas de madeira na praia para apoio dos banhitas e restaurantes, têm passadeiras de madeira decentes, não como esta passadeira de acesso ao restaurante, será por falarem inglês e nós lagoense não temos direito ao mesmo conforto dos Algarvios?

Entretanto aguarda-se uma maré mais agressiva para que caia mais um pouco do restaurante para que apareça a Protecção Civil, GNR, TVI, RTP e SIC, para comentarem a desgraça de mais um restaurante levado pelas marés altas, como o têm feito na Costa da Caparica.

Penso que a Câmara de Sesimbra ou quem está à frente deste tipo de emprendimentos não terá capacidade de resolução, se a Lagoa estivesse nas mãos dos Espanhois então ja teriamos, marginal marina hoteis etc., as gavetas são demasiado fundas e torna-se dificil retirar as ideias.
Epa

Anónimo disse...

Comentario ao blog "Epa disse":

Penso tambem que a Camara de Sesimbra pouco faz pela Lagoa de Albufeira.

Faltam as ideias.. Sera que estao a dormir??

Acordem e olhem para o Algarve, sera um bom exemplo de como as praias da nossa Regiao deveriam ser. Renovadas, limpas e naturalmente por isso muito mais atractivas.